quarta-feira, 27 de abril de 2011

Super boquete

Hoje ganhei carona do curso pra casa de um menino que eu já beijei umas vezes. Poucas, porque ele tem namorada e ela também estuda com a gente então só rola em situações super extraordinárias e sempre foram apenas beijos. Quentes daqueles que vc sabe que rola, mas só. Tá, eu passei a mão no pau dele uma vez, mas nem conta.
Ele é alto, magrinho, moreno e gostosinho e a namorada deu mole e não foi pra aula hoje, ninguém mandou. Nos pegamos no carro aqui no estacionamento do prédio e ele me fez gozar com um dedinho, por isso eu achei que ele merecia gozar também. Quando ele pos o pau pra fora já super duro eu achei ele uma gracinha, bonito mesmo. Eu gosto de todos mas tem uns que são mais bonitos, e o dele me encheu de vontade mesmo, e obvio que eu disse isso pra ele. Quando eu segurei ele fez uma cara de safado deliciosa. Perguntei se ele queria uma lambidinha com cara de safada e ele fez que sim. Hoje eu estava inspirada.
Comecei com umas lambidinhas na cabecinha bem rapidinho, fui molhando a cabecinha e botando de pouquinho em pouquinho na boca, lambendo bem gostoso e sem pressa. Passando ele na minha língua pra sentir bem direitinho a sensação da pele macia e saboreando bem gostoso e deixando bem molhadinho enquanto minha boca enchia de agua. Fui pondo ele pra dentro devagarzinho, puxando e pondo pra dentro sem pressa, com a boca cheia de saliva, puxava, dava uma sugadinha na cabecinha, voltava, e ele já deu uma gemidinha – “que boquinha gostosa bb” – adoro elogios verdadeiros. *risos*. Com ele dentro da minha boca encharcada comecei a brincar com a língua dando pequenas sugadinhas, mesmo assim a saliva foi escorrendo pro saco e eu fui buscar com a língua, pra ele não ficar tão babado ainda, e já que estava por ali fiz uns cainhos com a língua e que ele deixou bem claro ter adorado. Mas não da pra ficar muito tempo longe do objeto de desejo, e voltei a colocar todo pau na boca, deixa que a saliva escorra, afinal. Melado e babado escorrendo do jeito que estava o pau dele escorregava pra minha boca de um jeito delicioso, fazendo aquele barulhinho que amo. Os gemidos dele começaram a me deixar cada vez mais loca e com fome chupando cada vez mais rápido, mas controlava, não queria que ele gozasse logo e acabasse com a minha brincadeira, eu queria muito mais. Nossa, como ele estava duro, senti ele empurrando pra mim e mexendo, uma delicia, ele deve foder gostoso. Ele perguntou como eu tinha aprendido isso, dizendo como eu fazia gostoso, mas a voz tremula com que ele falava soltando um gemido entre uma palavra e outra que me mostrava como realmente ele estava louco. Então eu comecei a fazer mais rápido e diminuía, mais rápido e parava só dando uma chupadinha, tirava da boca cuspia nele, batinha uma punhetinha e enfiava na boca todo. Ele literalmente começou a subir pelas paredes do carro, espalmou as duas mão no teto, porque eu o proibi de me segurar, e parecia que ia arrancar o teto com a unha. Fui colocando ele todinho na boca todo, todo, até o talo e com ele inteirinho dentro, comecei a fazer o movimento de engolir com a boca pra ele sentir a minha garganta tentando engolir o pau dele, ele enlouqueceu, começou como se fosse socar o teto do carro. Voltei a chupar com aquela fome melando ele, babando tudo com vontade rápido, e ele gemia de uma forma deliciosa, me chamando de gostosa, delicia, que eu era incrível, pedindo mais, amoooo tirar um homem do sério desse jeito. Mas não era pra gozar agora, que eu eu estava me divertindo, então continuei a tortura alternando chupadas rápidas pequenas sugadinhas e lambidas, e caindo de boca com vontade naquele pau absurdamente duro e melado e esfregando na minha cara, até que ele começou a pedir com aquela voz gostosa tremida, descompassada que me convenceu. Comecei a chupar bem rapidinho deixando escorrer toda aquela baba e gemendo gostoso no pau dele pedindo leitinho e ele me deu, soltando um urro, as pernas e quadril dele tremiam, o pau dele latejando me encheu de porra, era muita, engoli, me melei, quase me engasguei. Que delicia! Ele ficou tremendo, tivemos que esperar uns minutinhos que ele falou que não ia conseguir sair dali naquela hora. Recebi milhões de elogios, ele disse que nunca tinha sido chupado desse jeito que eu sou inacreditável, e me fez prometer que a gente ia sair de novo, que eu era a melhor de todas. Será?!?

Nenhum comentário:

Postar um comentário