Páginas

terça-feira, 14 de março de 2017

Boneca mamadinha

  Eu AMO passar a mão em pintos na rua, meio sem querer. De preferência desconhecidos. Acontece uma coisa engraçada, o cara meio que leva uns segundos pra acreditar ou entender o que esta acontecendo, mas NUNCa, nunca nenhum tirou minha mão. Não importa a idade, o jeito que ta vestido, se parece ter grana ou não, nunca nenhum tirou minha mão. Mas eu não chego enchendo a mão assim na cara dura. Que nem no ônibus, eu começo esbarrando a mão, encostando. Eu gosto de poder ver as reações, as expressões mas nem sempre da. Mas sentir o pau ficando duro enquanto eu to dando uma amassadinha é tão gostoso. Essa mania começou em casa com certeza, com meus irmãos e os amigos deles, de brincadeira, eu era muito novinha e nem sabia o que era a cosquinha que eu sentia na bucetinha quando encostava no pau deles. Mas era aquela coisa, juntos virava zoação eu eu era zoada, não era legal. Mas quando estavam sozinhos eu podia brincar que eles curtiam. Uma vez o colega do meu irmão estava jogando videogame no nosso quarto e meu irmão foi tomar banho, eu estava brincando de boneca e resolvi dar mama pra ela. Levantei minha blusa, nem tinha peito, mas botei o biquinho na boca da boneca cuidadosamente pra ela mamar. Quando levantei os olhos o colega do meu irmão estava petrificado olhando e eu achei engraçado e falei rindo "quer mamar?" Engraçado como não tinhamos noção de nada e ele se sentiu zoado, e respondeu puto botando a mão no pinto, "ow! mama aqui!" e voltou a olhar pro jogo. Eu achando tudo muito divertido fui levar minha boneca pra mamar no pinto dele, porque foi isso que eu entendi que ele mandou eu fazer. Ele já estava com o pinto duro e ficou petrificado me olhando encostar a boquinha da boneca na cabecinha do pau dele enquanto fazia o som de mamar com a boca e ria pra ele. Eu sempre adorei brincar com paus.

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

A Putinha da casa



Vida nova! Isso Não é novidade, eu estou sempre mudando. Mas agora estou me sentindo que dei muitos passos pra frente! Finalmente saí de casa, ainda não estou morando sozinha, mas já é alguma coisa. Estou em uma casa com mais 5 meninas e já fiz boa amizade com duas, as outras são boas de festa mas ainda não rolou aquela amizade. Estamos nos dando muito bem e eu espero não estragar isso, porque ainda não sei bem como elas são e não quero ser rejeitada, por isso preciso tomar cuidado por enquanto. E é essa preocupação que me trouxe aqui pra escrever, preciso por pra fora, vocês sabem. Ontem A julia estava com vontade de beber e terminamos entrando na onda, muito rápido virou uma festa só nossa e isso foi o máximo. Eu estou muito empolgada de morar com pessoas divertidas que não ficam me controlando. E ai acho que bebi um pouco a mais.  No clima de riso e brincadeira comecei a falar besteira, sabe como é, eu estou pensando besteira todo tempo, mas fico quetinha e controlo, não falo, mas bebendo é mais difícil. Comecei a contar que to pegando um carinha e a gente já ficou duas vezes na faculdade na escada. Até ai tava de bom tamanho, mas terminei falando que o pau dele é gostoso e to louca pra dar pra ele porque ele me deixa molhadinha bem rápido e elas meio que levaram um susto sabe? Riram, mas acho que não esperavam. Depois uma dela disse que eu era louca umas três vezes. Por isso? Caralho, se ela souber das coisas que eu já fiz então ela vai pensar o que de mim? Tomara que tudo de certo! Não quero assustar ela. Acho que podemos ser boas amigas. Depois eu volto pra contar do carinha que eu to pegando na faculdade. Beijinhos!!!

Ah ! um presentinho pra vocês! Querem ouvir minha voz?

https://soundcloud.com/user-790918562/amanda

quarta-feira, 22 de julho de 2015

Meu tesão por boquete

O video pornô que eu mais senti tesão na avida eu vi por acaso em algum lugar e dei um jeito de baixar pro meu computador na epoca. Eu vi muitas vezes e era uma das coisas mais bobas da vida.

O lance era fazer um cara aleatório aceitar ser chupado por alguem que ele não via, Então o cara enfia o pau em um buraco em uma parede de madeira e do outro lado tinha um outro cara que chupava ele.
Qual a questão? O cara sendo chupado ficava louco. Ele nunca tinha sido chupado gostoso daquele jeito e ele pira. Nossa só de lembrar pra contar pra vocês já to ficando com vontade, da mesmo agua na boca. Vontade de chupar e de ouvir alguem gemendo assim gostoso pra mim.


Meu tesão por chupa sempre existiu, essa fantasia eu tenho desde muito nova. Na verdade eu acho que novinha eu tinha fixação por pênis. Eu olhava os meninos e imaginava como era o de cada um. Eu queria ver, queria encostar, mas eu tinha medo porque garotos sempre são muito agressivos. Eles xingam e agridem sem você saber bem porque. Eu tenho dois irmãos e eu sabia que quando eles estavam juntos eram muito agressivos comigo, embora fossem o oposto quando eu estava sozinha com cada um deles. Por exemplo, se eu olhasse pra um deles trocando de roupa quando o outro estava presente, eles me zoavam, chamava de "manja rola" e tudo mais. Mas se estivesse só nos dois era completamente diferente. Eu sentia o orgulho que eles sentiam quando eu estava olhando, e tinha um que ficava bem exibido fazendo questão de mostrar.


Um dia eu conto como eu fazia pra fazer os meninos me mostrarem o pinto. :D

beijos molhados porque estou cheia de agua na boca com essas lembranças.

domingo, 21 de junho de 2015

Meio doidinha






Eu não sei bem o que um cara espera de mim em um primeiro encontro. Eu prefiro não pensar muito nisso. Eu gosto de deixar as coisas acontecerem na maioria das vezes. É gostoso quando acontece, quando a pele arrepia, quando o beijo desorienta, e da vontade de deixar as mãos brincarem. Muitas coisas me deixam com vontade, eu não saberia restringir. Eu gosto tanto de me sentir desejada, gosto tanto quando fico na quele tesão de querer sentir o cara e que ele me sinta. quando eu fico quente e molhada eu preciso que as coisas continuem. Não importa como, nem onde. você precisa sentir com o seu dedo como eu estou.

quinta-feira, 18 de junho de 2015

Gemidinhos


Eu sei que eu tenho um desejo um pouco maior do que eu devia. Ou talvez eu não tenha o mesmo controle que as outras pessoas.
Eu acho que todo mundo pensa tanto em sexo quanto eu, mas talvez não vivam as suas vidas em função disso como eu. Talvez seja essa a real diferença apenas.
Eu olho pra um cara e do nada ja estou imaginando como deve ser seu pau e a carinha que ele faz quando goza. As reações de cada pessoa são sempre unicas eu acho e isso é o mais exitante. Por isso eu curto tanto caras que demosntram que estão sentindo prazer, não importa como. As vezes são só uns gemidinhos gostosos, aquela fechadinha de olho com suspiro, tudo isso me deixa muito louca. Tinha um cara que eu ficava que as vezes dava uma tremidinha kkkk, achava o maximo.

Eu perco a linha e gosto que a pessoa que esteja comigo perca também né? assim é mais gostoso. Você não gosta de ver que a menina ta sentindo prazer de verdade?  Eu não tenho um padrão. as vezes são gemidinhos, as vezes tenho vontade de gritar, as vezes o corpo treme, as vezes fico toda melada escorrendo, e já aconteceu de esguichar. Cada vez é de um jeito né?

segunda-feira, 15 de junho de 2015

Viajando em mim

Ola pessoas, vocês ainda passam por aqui? Eu sou danada né? vivo prometendo voltar.
Eu sinto saudades daqui, e de vocês! Mas é tudo muito confuso lidar com esse lado de tarada que é tão forte em mim mas não pode aparecer, não posso ser pega, nem reconhecida.  Eu queria viver aqui, essa realidade, com vocês o tempo todo.
Mas vocês homens também são foda, dificultam a vida da gente pra caramba. Se a gente gosta de sexo vocês rotulam, xingam. um saco!


Então, eu sou real sabiam? já pensaram que eu posso ser qualquer uma dessas mulheres que vocês passam pela rua?

Como seria sua reação me ouvindo , se eu te contasse essas coisas pessoalmente? kkkkkkkkkkkkk

quarta-feira, 5 de março de 2014

Só pra deixar o gostinho!

Eu quero voltar! Mas eu não posso prometer. Tenho tantas histórias pra contar! O meu problema é que eu sou uma pessoa que vive de paixões. As vezes as paixões duram só uma hora, mas são arrebatadoras! No caso da que vou contar foi meio “arrebentadoura” na verdade. Fui a uma festa em uma boate sozinha, era pra encontrar mais algumas pessoas mas cheguei sozinha. Eu estava com um vestido muito claro que fazia minha calcinha branca brilhar com a luz negra por baixo do vestido, eu achei isso o máximo! E por conta desse detalhe não programado eu estava chamando muito atenção. Eu adoro isso! Mas um cara em especial acompanhado de uma mulher que estava parecendo bem bêbada era o que estava me deixando com vontade. Trocamos muitos olhares e paqueramos do jeito safado que eu gosto. Quando um cara é ousado na paquera me anima. Nem sempre da certo, mas a promessa de uma boa foda fica no ar. Passei por ele passando a minha bunda em sua mão duas vezes indo para o bar, até que na terceira eu subi as escada do segundo andar. Dito e feito ele foi atraz de mim. Parei no canto e ele atraz de mim. Achei que ele já ia chegar chegando, mas não fez nada e eu, que ando cada vez pior em termos de ser direta na abordagem, olhei pra traz em seus olhos dei um sorriso safado e encostei a bunda nele e comecei a me esfregar. O segundo piso estava bombando com a galera se acabando no funk, Não é bem o tipo de musica que eu escuto , mas tava ótimo pra empinar minha bunda e me esfregar nele naquele lugar lotado. Eu já estava tão molhada que estava com as coxas meladas. Afastei a calcinha e me esfreguei com vontade, queria pelo menos um dedinho na bucetinha pra me deixar mais tranquila. Foi quando eu senti ele passando a mão melada na minha bunda e sem dó enfiando o pau no meu cuzinho. Nossa eu fui na lua e voltei, não estava preparada, minhas pernas ficaram bambas e eu quase cai, mas ele me segurando pelo quadril foi enfiando e eu mexendo pra ajudar pra ver se entrava mais fácil, porque entrar é difícil, mas quando começa a socar fica uma delicia. Até que entrou, eu olhei em volta pra guardar a cena surreal, aquele lugar lotado escuro as luzes piscando e eu de bunda empinada com um pau enterrado no meu cu. E com a batida da musica ele começou a socar, era uma mistura de dor e tesão foda que estava me deixando completamente tonta. Tinha dois caras bem na minha frente que me dava a sensação que estava nos tapando um pouco, mas eles com certeza estavam vendo de camarote, um deles não largava o pau, devia estar latejando. Até que com uma bela estocada ele gozou dentro do meu cu. Logo ele tirou o pau e sumiu tão rápido que eu quase nem vi, me tirando todo o equilíbrio tendo que segurar na parede, não deu tempo nem do meu cuzinho fechar e eu sentindo a porra dele escorrer pelas minhas pernas. Ele me deixou ali melada e cheia de vontade de gozar, obvio que isso não ia prestar. Chamei o cara que estava me olhando ser enrabada segurando o pau e quando ele chegou eu já fui beijando ele puxando mão dele pra minha buceta. Eu precisava gozar!!! Nisso eu senti o amigo dele pondo a mão na minha bunda e disse em alto e bom som, “essa puta ta toda gozada”Eu ouvi, se o amigo dele ouviu eu não sei, só sei que ele continuou com o dedo na minha buceta e eu gozei de me tremer toda. Agora sim, com a bunda e as pernas melada de porra e a buceta toda babada de ter gozado com vontade. Saí dali feliz!
Ocorreu um erro neste gadget